Polícia Civil evita fuga na cadeia de Sertanópolis

Na manhã deste sábado, (31/10), o investigador plantonista desconfiou da conduta atípica dos presos e com o apoio dos agentes de cadeia realizou uma vistoria em uma das celas encontrando um buraco de aproximadamente 3,5mts de profundidade no banheiro, além de dizeres contra o Delegado de Polícia.

Segundo o Delegado, Dr. Damião Benassi Jr., “são realizadas vistorias constantes na unidade, e o buraco como está foi cavado em 03 (três) dias”. Na cela estão 23 (vinte e três) presos onde há vagas para 06 (seis).

“O prédio data de 1949 e é frágil. Apesar das inúmeras reformas e melhorias feitas para a segurança da unidade, o ideal é que hajam esforços para que seja construída uma nova delegacia na Comarca, uma vez que presos não são responsabilidade legal da Polícia Civil e com isso a sociedade perde em efetivo para investigações de crimes” complementou Benassi.

Segundo as investigações, em princípio, 04 detentos participaram da ação e vão responder criminalmente por dano qualificado contra o patrimônio público, cuja pena pode chegar a 03 (três) anos.

O Delegado finalizou dizendo que a unidade não registra fugas desde 2008 e que há tratativas entre Estado do Paraná e o executivo municipal para uma Delegacia Cidadã em Sertanópolis, mas ainda pendente de algumas etapas.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Indivíduos que morreram em confronto com Policiais em Porecatu foram identificados

sáb out 31 , 2020
Os três homens que morreram em um confronto com a Polícia Militar (PM) em Porecatu foram identificados. São eles: Sérgio Sampaio da Mota, Anderson Amorim da Silva e Gabriel Mendes Penteado. Segundo a PM, os três eram moradores de Londrina e estavam tentando arrombar uma casa lotérica no centro da […]

Tags