PR-323 será interditada para detonação de rocha na segunda

A PR-323 será interditada na segunda-feira (14), das 14h às 15h, para detonações de rochas entre os quilômetros 160 e 162, próximo a Água Boa, distrito de Paiçandu, no Noroeste do Estado.

Os explosivos serão ativados nos primeiros 30 minutos, com o tempo restante reservado para limpeza da pista e acostamentos, com liberação do tráfego na sequência.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) recomenda que os motoristas utilizem as seguintes rotas alternativas:

Para Doutor Camargo: sair de Maringá pela PR-317 até a PR-551, passar por Ivatuba e continuar na rodovia até chegar em Doutor Camargo.

Para Cianorte: sair de Maringá pela PR-317 até Engenheiro Beltrão e seguir pela PR-082 até Cianorte.

Para Umuarama: sair de Maringá pela PR-317 e continuar pela PRC-158 até Campo Mourão. Seguir pela BR-487 até Cruzeiro do Oeste, retornando à PR-323 até Umuarama.

Para São Jorge do Ivaí: sair de Maringá pela BR-376 sentido Mandaguaçu, seguir pela PR-552, passando por Ourizona e continuar até São Jorge do Ivaí.

DUPLICAÇÃO – As detonações de rocha estão previstas na obra de duplicação da PR-323, entre Paiçandu e Doutor Camargo, com conclusão prevista para outubro de 2020. O investimento é de R$ 73,4 milhões.

A empresa responsável vai analisar a situação e agendar novas detonações, conforme a necessidade. Os serviços em várias etapas têm o objetivo de garantir a segurança dos trabalhadores e evitar danos à infraestrutura existente. Já foram feitas quatro detonações de rochas no trecho, em 28 de agosto e 02, 13 e 23 de setembro.

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Fábrica de roupas falsificadas é fechada em Londrina

sex out 11 , 2019
Uma fábrica clandestina de roupas falsificadas foi fechada pela polícia civil no centro de Londrina. Após denúncia anônima, a facção localizada em um apartamento, foi interditada e um homem foi preso. Cerca de 1.500 peças de roupas foram encaminhadas à Central de Flagrantes, entre camisas e camisetas.

Tags