Médico atinge criança com celular durante discussão com mãe de paciente em Londrina PR

0
1704

Um desentendimento seguido de briga entre a mãe de uma criança enferma e um médico domingo (15/04) no Pronto Atendimento Infantil (PAI) de Londrina, no norte do Paraná, virou caso de polícia . Durante a confusão, o médico teria atingido a criança com um celular.

Por causa da falta de médico, a espera no local estava de aproximadamente 10 horas. A mãe de uma criança que aguardava atendimento resolveu questionar a demora com um profissional e as emoções se exaltaram.

Durante a discussão, a mulher pegou o celular para filmar a confusão e foi nesse momento que o médico teria tomado o aparelho da mãe e atingido a criança sem intenção. A mãe ficou inconformada e decidiu chamar a Polícia Militar (PM) e registrar um boletim de ocorrência.

A gestão do pronto atendimento explicou que um dos médicos teria se sentido mal durante o plantão e foi embora. Por isso, apenas dois profissionais ficaram para realizar o atendimento. Enquanto um realizava a triagem, o outro atendia os casos mais graves. Por conta do número reduzido de médicos, a demora no atendimento foi inevitável.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA