Londrina Esporte Clube e o Presidente da Fundação de Esportes se pronunciam sobre o ocorrido no placar eletrônico

0
248
  • Leilão Sertanópolis

O Londrina Esporte Clube Fundação de Esportes de Londrina se pronunciaram sobre o ocorrido no placar eletrônico no Estádio do Café no último Domingo (01/07);

O Londrina Esporte Clube informa que se isenta de qualquer responsabilidade quanto ao que foi escrito no placar eletrônico do Estádio do Café, antes da partida deste domingo (1), diante do Sampaio Corrêa, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
O clube esclarece que o controle do sistema do placar e o conteúdo que é publicado é de procedência exclusiva da Fundação de Esporte da Cidade de Londrina, a qual inclusive já se pronunciou publicamente justificando ocorrido

”Como presidente da FEL – Fundação de Esportes de Londrina comunico que fomos vítimas de hackers que invadiram o sistema do computador que controla o funcionamento do placar eletrônico do Estádio do Café. Além da exibição da frase “Palmeiras não tem Mundial” diversos documentos que estavam salvos na máquina foram deletados.

Esclarecemos ainda que o local que dá acesso aos controles do equipamento é escoltado por duas viaturas da Polícia Militar, como mostrado na foto abaixo, portanto a possibilidade de uma pessoa não autorizada ter acessado pessoalmente está descartada.

Como representantes do esporte em nossa cidade, respeitamos todas as entidades esportivas e não concordamos com qualquer manifestação que expresse desrespeito a clubes ou atletas. Lamentamos profundamente o ocorrido e trabalharemos para evitar que tal situação se repita”. Disse o Presidente.

 O Alviceleste deixa claro ainda que não compactua com nenhuma forma pejorativa no tratamento a outras agremiações, muito menos tolera atos desse tipo que associem o escudo do Londrina ou qualquer outro símbolo do clube.

O LEC enfatiza que confia nas autoridades e espera que os mentores de tal atitude no placar eletrônico do Estádio Café sejam responsabilizados e punidos conforme a legislação vigente.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA