Delator diz que dinheiro de escolas foram desviados para campanha de Tiago Amaral

0
905

O dono da construtora Valor afirmou ao Juiz que pediu dinheiro extra ao deputado estadual Plauto Miró (DEM) para tocar obras de escolas. Segundo ele, o deputado cobrou pedágio de 10% para liberar o dinheiro do aditivo.

Eduardo Lopes de Souza também disse que repassou dinheiro das obras das escolas estaduais para o caixa dois da campanha do então candidato a deputado estadual Tiago Amaral (PSB), em 2014.

O pai dele, Durval Amaral, presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), agradeceu pessoalmente a doação, segundo o delator.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA