Casal é detido por estelionato no centro de Londrina ao tentar comprar roupas com cartão furtado dos Correios

0
359

Na tarde de ontem, segunda-feira (09/07), por volta das 15h30min, uma pessoa havia tentado realizar uma compra com o cartão de crédito de outra pessoa desconhecida em uma loja no Centro da cidade de Londrina.

            A equipe entrou em contato com a gerente da loja a qual informou que uma mulher com o cartão da loja havia tentado fazer compra de algumas roupas no estabelecimento. No momento da compra foi solicitado o documento pessoal da titular do cartão, mas a cliente disse não estar portando o documento de identificação, pois o respectivo cartão era da sua mãe. Neste momento ela havia demonstrado nervosismo e, conforme cadastro da loja, a gerente fez contato com a titular do cartão e se informou que o respectivo cartão não havia chegado a sua residência e nem mesmo possuía filha. Com isso a comerciante desconfiou da tentativa do crime e solicitou a presença da Polícia Militar.

            A equipe indagou a mulher de 20 anos sobre quem era o real proprietário do cartão e ela respondeu que encontrou o cartão e senha na via pública na avenida Saul Elkind.

            Ao fazer a revista em sua bolsa foi identificado na sua carteira um cartão da Vida Paraná em nome de um homem, pessoa esta também desconhecida por ela.

            Na busca pessoal foi encontrado no bolso da jaqueta algumas correspondências com pequenas mercadorias e constava etiquetas com nomes de destinatários diversos. Acompanhando esta mulher estava um adolescente de 17 anos. Os dois suspeitos informaram que trabalham como menores aprendizes na agência dos Correios.

            Durante a revista na mochila do adolescente foi encontrado diversas embalagens vazias e outras com pequenos produtos. O rapaz informou que desconhecia o que era e não sabia o que aquele material estava fazendo na sua mochila, pois ele dividia o mesmo armário no local de trabalho com esta mulher que ele estava acompanhando. Neste momento, a mulher detida confessou a equipe que havia sido ela quem havia colocado as encomendas com as embalagens na bolsa deste adolescente sem o seu conhecimento.

            Diante dos fatos ambos foram conduzidos à Delegacia da Polícia Federal.

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta