Gaeco faz operação em clínica psiquiátrica suspeita de estelionato em Londrina

0
540

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), em parceira com a Promotoria da Saúde, realizou na manhã desta terça-feira (11) uma operação contra um grupo responsável por uma clínica psiquiátrica em Londrina. São mandados de busca e apreensão e medidas cautelares, sendo uma delas o afastamento dos responsáveis pelas clínicas por 70 dias. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

A instituição alvo da ação é a Clínica Psiquiátrica de Londrina, localizada no jardim Shangri-Lá, zona oeste da cidade. O grupo é suspeito de estelionato econômico, adulteração de prontuário eletrônico contra o Sistema Único da Saúde (SUS) e maus tratos aos internados.

“Uma das linhas de investigação é no sentido que eles postergavam altas de pacientes com o objetivo de receber valores indevidos do SUS. As buscas auxiliam nesta investigação”, disse o promotor Leandro Antunes.

São mais de 200 pacientes internados no local, entretanto, não é possível precisar quantos foram lesados pelo “esquema”. No total foram expedidas duas cautelares e seis mandados de busca e apreensão.

SEM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta